10.8.13

QUADRINHOS DE LUTO

"Sabe, "senhor Maurício"...não me conhece - e nem a quem represento, mas...só posso dizer que estou envergonhado! Se não se lembra...eu o conhecí pessoalmente em 1989, na Mauricio de Souza Produções - através de um amigo que trabalhava contigo como seu animador.
O senhor estava no elevador - usava barba naquela época - e estava com sua família.
Foi muito educado e extremamente rápido em saber quem eu era (Apresentado por meu amigo desenhista) e logo me disse que ficasse à vontade...parece até...se não me engano - que iria viajar para o Japão.
Começava então a nova fase internacional do "senhor Mauricio"...ganhando o mundo com seus produtos e gibis!
Tudo começou em 1959 com o jornal - as tirinhas do Bidú, colega do Snoopy e o dinossauro Horácio, vizinho do Dino Flintstone na "Folhinha" - suplemento infantil do jornal "Folha de São Paulo".
Mas vou falar só de gibis...quando a revista "Mônica" foi lançada em 1970, por exemplo - foi uma "bomba" (No bom sentido) depois de um milhão de produtos como: extratos de tomate, sabonetes e outros acessórios - as crianças, os adultos - civis e militares na "carona" do sucesso - se deliciavam com a "Turminha"...e parecia até que a "identidade nacional" havia sido recuperada!
E acredite, "senhor Mauricio"...nem a Luluzinha e a Lucy ficaram enciumadas - nem mesmo o Bolinha ou o Charlie Brown quiseram "ficar de mal" com o Cebolinha por isso. Fique tranquilo!
O "Sujinho" nunca reclamou por existir no Brasil o Cascão...nem o nosso escritor Monteiro Lobato por ver o Jeca Tatú - o irmão do cômico Mazzaropi - adotar um filho como o maravilhoso Chico Bento.
Ah, o "Brucutú" até se desentendeu com o Piteco - mas ainda bem que o Gasparzinho não assustou o Penadinho, né?
Olha, "coincidências" existem em tôdo canto do universo e...através de gerações com: biólogos, industriais, inventores - que o digam Santos Dumont e os Irmãos Wright(Há controvérsias)!
Mas...o que não combina com o "senhor Mauricio" é o desinterêsse, o descaso, ganância - a total desinformação!
O que o senhor escreveu no Twitter anteontem...repercutiu NEGATIVAMENTE, manchando - na minha opinião e de muitos fãs - a sua imagem até então de bom môço...um "Papai Noel brasileiro" ou alguém que demonstrasse pelo menos RESPEITO à quem comprou gibis há mais de 40 anos - ou quem começa hoje a comprar e percebe que a Mafalda do Quino realmente não é a Mônica!
O artigo do blog "A Gibiteca" - ACESSEM E CONHEÇAM - feito pelo amigo Daniel precisa ser difundido pelo Brasil e o mundo inteiro...o caso dêste "senhor Mauricio" deve ser amplamente discutido!
Sua atitude ditatorial - desconhecendo e desdenhando o trabalho de compartilhamento afetivo dos blogs - que disponibilizam material de scans GRATUITOS - nossos ou doados por pessoas que querem realmente que se veiculem estes gibis clássicos - é EXECRÁVEL e INDIGNA de tudo que êle mesmo - e muito bem, diga-se de passagem - tem publicado durante anos...lido por pais, filhos e netos que acompanham as histórias da Mônica e até podem não saber da bailarina daquela loja que quase foi processada por usar uma máscara de Magali numa promoção de sapatos!
Seus direitos autorais estão sendo respeitados por nós - o contrário é que não acontece!
"Senhor Mauricio"...reveja seus conceitos...responda seus e-mails e pare de "escrever besteiras" no seu TWEETER! (Ou pelo menos não deixe seu secretário escrever pelo senhor...êle é apenas um burocrata...não um ARTISTA!
Ah, ia esquecendo..."senhor Maurício"...eu havia agendado com o seu secretário - mas eu NÃO quero mais entrevistá-lo para o "Chutinosaco", tá?
É que segundo o senhor mesmo - "afetividade não tem custo-benefício"!"


LUIZ DIAS
Blog CHUTINOSACO BRASIL
Blogueiros BR/PT

   

32 comentários:

  1. Sempre soube que o Mauricio nunca foi um artista original, e em solidariedade aos blogs estou boicotando tudo que levar a marca do Mauricio até mesmo os gibis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Vicente...obrigado mesmo!
      Sua solidariedade nos anima a continuar!
      Abraço!

      Luiz Dias

      Excluir
  2. Tudo bem amigo Luiz? Depois de pesquisar um bocado, pois não encontrava uma explicação lógica para tal, encontrei livros da turma da Mónica Jovem para download de JULHO de 2013, publicado no dia 9 de Agosto de 2013. Isso é grave e tem de ser bem analisado o que o Maurcio de Sousa se referiu. Penso que ele não tem nada contra (espero eu) serem publicados livros da década de 80 e 90 e até mais recentes mas com regra.
    Eu participo no Quadradinhos Patópolis e partilho alguns livros de acordo com o meu tempo livre, e o Miguel Altmann só autoriza a publicação de livros com mais de 5 anos, o que é uma atitude de louvar. Isto é um assunto para se tirar limpo.
    Um grande abraço.
    Nuno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens absoluta e total razão, Nuno!
      Tudo que fôr colocado na web de menos de cinco anos de publicação ...é execrável!
      O que meu amigo Miguel Altmann - por exemplo...faz é MARAVILHOSO, pois impõe parâmetros - muito importantes para o que fazemos!
      O que sabemos é que não vamos nos curvar com a voz da "ditadura da web" OUTRA VEZ!
      Um grande abraço!

      Luiz Dias

      Excluir
  3. Bom dia Luiz e todos amigos do blog,
    Acompanho o trabalho de vocês há tempos, lamentavelmente sem comentar/agradecer devidamente o empenho de todos, falha pela qual peço humildes desculpas. Tenho passado ótimos momentos redescobrindo HQs da infância perdidas ou esquecidas ao longo dos anos (lembro de um post em que o Vargas do Grêmio contou sobre como voltou a ler quadrinhos, em que me identifiquei da primeira a última letra!)
    Sobre a triste postura do Sr. MSP S.A. e cia Ltda acho que não é preciso acrescentar nada, queria apenas comentar sobre as "coincidências" citadas no post. Desde a infância isso me incomoda, após um amigo me chamar a atenção para as semelhanças Lucy/Mônica, Pigpen/Cascão entre diversas outras, nada que me impedisse de curtir as histórias (por exemplo, gostar de rock me levou aos seus antecessores, ao blues, ao jazz, às work songs dos escravos, sempre com descobertas fantásticas). Acho que o problema principal é que, ao deixar de ser Maurício de Souza para se tornar MSP S.A. e cia Ltda, deixou de ter um trabalho autoral (mesmo que inspirado em personagens mais antigos, o que, repito, não é necessariamente ruim, apenas precisa do reconhecimento da fonte de inspiração) para se tornar uma linha de montagem habitada por criações oportunistas (e chatíssimas) baseadas em jogadores de futebol e outras "celebridades" rentáveis, personagens criadas com o selo do "politicamente correto", que, mesmo bem intencionadas sempre me pareceram igualmente oportunistas, enquanto as personagens clássicas, aparentemente intoxicadas pelas auto-homenagens caíram numa mesmice de dar pena para quem as conheceu nos primeiros tempos. Infelizmente me parece que essa postura é que leva a atitudes lamentáveis como essa perseguição a pessoas que claramente amam seu trabalho. Queremos mais Maurício de Souza e menos MSP!

    Um grande abraço a todos,

    Belasco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belasco..obrigado pelo apoio incondicional!
      NÓS VAMOS CONTINUAR...DOA A QUEM DOER...SEJA LÁ QUEM FÔR...O AMOR AOS QUADRINHOS É LIVRE!
      NADA VAI NOS PARAR! ACREDITE NISTO!

      Um grande abraço e obrigado pela sua fôrça!

      Luiz Dias

      Excluir
  4. Não me importa se a turma da Mõnica terá um Mauricio de Sousa ou um Mauricio S.A., o que me importa é que meu tesão por ela acabou. E se um dia esse tesão voltar, o que acho bem pouco provável, não irei sequer mencionar, pois eu não tenho que divulgar nada de predileções pessoais à MSP. O poder dela acaba quando a revista é distribuída para venda. E se depender de mim, nem precisa mais fazer porcaria de revista nenhuma, eu não vou morrer porque deixarão de publicar turma da Mônica.

    Acho que o mercado só teria a agradecer sem a turma da Mônica a circular, pois vi a turma do Arrepio tentar emplacar-se por duas vezes e não conseguiu (inclusive há boatos de que a MSP entrou "numa" alegando remeter ao Penadinho... são boatos, não sei se é verdade). Vi a turma da Fofura na mesma situação. Até o palhacinho Alegria, que era o único palhaço que tentou resistir o máximo possível com uma revista em quadrinhos e que era bem legal, na minha opinião, foi pro brejo. E o Menino Maluquinho então.... pode até estar aí, nas bancas ainda, mas é como se não estivesse.

    E a Disney só está aí, forte, competindo por igual, porque 90% do material vem de fora.




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiano...se analisarmos a situação...saberemos que FOMOS TODOS ENGANADOS pelo "paizão" sorridente que nos ajudava - não importasse o que acontecesse - mas a vida - e o tweeter - mostraram que não é bem assim!
      QUE PENA, GENTE! NOSSO HERÓI MORREU!
      E de repente...isso aconteceu...através de um "secretariozinho" de "merda"!

      Um abração e obrigado!

      Luiz Dias

      Excluir
    2. Acho que a Internet nos possibilitou descobrir que nosso herói é na verdade o terrível Capítão Feio.
      Ah, Ah, Ah!

      Excluir
  5. Falou tudo e mais um pouco!.....Espero que estas ações de pessoas com algum talento e pouca visão ética não desmereçam nem façam que blogueiros de qualidade como vc desanimem.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zilmar...NUNCA vamos desistir...aconteça lá o que fôr!
      Se tivermos limões, faremos limonada...se tivermos cachaça...faremos caipirinha!!!
      Somos Brasil...Portugal..não desistimos NUNCA!
      Um grande abraço!

      Luiz Dias

      Excluir
  6. Realmente foi uma decepção a declaração do MauRico. Vou colocar no mesmo saco o Roberto Carlos e o MauRico de Souza, o Roberto só existe ainda pela "ajuda" que a Globo dá a ele(qualquer coisinha, ele entra na justiça, não deixa lançar livro, nem filme, nem o primeiro disco dele)é o "nosso" Frank Sinatra( e olha que Sinatra não era assim, nem os Beatles. O MauRico também,cheio de estrelas, "organização", parece que os quadrinhos/produtos dele é ouro/diamante, como disse o Cazuza "São índios querendo ser ingleses". Alegria pessoal, estamos 100 anos atrás dos EUA, Japão e da Europa. Vamos levar mais na brincadeira, LIBERDADE aos blogueiros, nossos heróis. Obrigado e continuem, queremos mais Disney. Valeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. O Roberto Carlos proibiu um livro sobre "A moda da época da jovem guarda"! Está na Veja, não faz muito tempo. Não é sobre ele, nem sobre seus "amores" ou suas manias. É sobre moda de uma época que não foi só dele, foi da jovem guarda q não era só ele, foi do começo da bossa nova. Enfim, quem escreveu esse livro só precisaria mudar o título para "A moda no início dos anos '60" para afastá-lo do "Rei". Não é um título tão "tchans", mas quem curte livro de moda compraria do mesmo jeito.

      Excluir
  7. Luiz, todo meu apoio. Lamento que ele queira proibir todo o material postado pelos blogs, ele devia agradecer, pois ao menos algumas delas mostram alguns roteiros criativos que a equipe tinha nos anos 70 e 80. Ou ele teme que o excelente passado alerte para a falta de qualidade dos últimos tempos (a revista de Neymar é ruim de doer). Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Neide Sousa12/08/2013 10:50

    É triste ver nosso ídolos virarem monstros! O dinheiro sempre foi o sangue que corre nas veias da humanidade. Uma pena! Solidarizo-me contigo! Uma grande pena!

    ResponderExcluir
  9. No colégio do meu filho se LIA turma da Mônica. Depois dessa doei 200 gibis Disney pra biblioteca deles hoje. Toma Maurício.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A qualidade desse colégio melhorou muito!

      Excluir
  10. Cresci lendo os quadrinhos da turma da monica, mas hj me agradam mais os da Disney! Moro nos EUA, nao acompanho e nem tenho tweeter, mas como aqui infelizmente nao posso assinar ou nem mesmo ir a bancas comprar gibis, eu entro sempre e AGRADECO MUITO a todos vcs q disponibilizam os gibis online! Os 3 que tenho q entrar todos os dias sao o chutinosaco, quadradrinhos patopolis e o gibiteca...Meus filhos (5 e 3 anos) adoram a turma da monica, meus pais mandam muitos gibis da Disney e da turma da monica, esses pros meus filhos, ja q eu aos 31, quase 32 anos, a perdi o tesao pela turminha! Infelizmente, vi q o blog gibi-teca foi removido! Uma pena...uma geracao a menos da minha familia q crescera sem as historinhas do Mauricio...E Luiz, muito obrigada por sempre colocar novidades aqui pra gente! Amo seu blog e tenho um enorme carinho pelo seu trabalho! Obrigada de curacao, de uma brasileira q mora na FL e soh tem acesso a nossa cultura online!
    Babi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Babi! Suas palavras são muito importantes, provando que as pessoas gostam de gibis escaneados - e respeitam o trabalho de seus autores! Sabemos que atitudes impensadas como a do Sr. Mauricio abre precedentes para ditadura e desinformação!
      Tentaremos continuar lutando contra isso...e certamente, com apoio de todos, conseguiremos!
      Um grande abraço para todos aí!

      Luiz Dias

      Excluir
  11. Oi Luiz, de Asunción Paraguai to escrevendo.
    Minha filha pequena nao se interessou por gibis em papel só até me ver lendo também na tela do computador. Como ela gosta da PC, tambem tomou o gosto pelas HQs escaneadas!
    Fuerza!!! continúe sempre!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias, amigo Magnus...realemente o que nos faz continuar é o apoio de vocês! Muito obrigado mesmo!

      Um grande abraço!
      Luiz Dias

      Excluir
  12. Luiz e amigos, alguém sabe se as revistas de Mauricio de Souza que citam personagens de outras editoras (DC, Marvel) ou mesmo da TV (Star Trek, Perdidos no Espaço, etc) tiveram a permissão dos detentores dos direitos autorais? Não falo das sátiras como um todo, mas de imagens como o final de "Lostinho", que tem todos os personagens de Perdidos no Espaço,ou da sátira a Star Trek que saiu há pouco, com diversos personagens de filmes e séries de ficção científica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sergio...segundo comentários de amigos, a MSP não teria pago direitos autoriais por se tratar - segundo êles mesmos - de uma "homenagem" aos filmes e séries citados.
      Mas a confirmação disso ainda não tivemos!
      De qualquer modo, se não foram mesmo respeitados os direitos autorais - as declarações recentes do "senhor Mauricio" soam ainda mais ditatoriais do que parecem!

      Um grande abraço!
      Luiz Dias

      Excluir
    2. Na ansia de denigrirem a imagem do Maurício, vcs so estao demonstrando sua ignorancia a respeito das leis. Parodias sempre foram permitidas pela lei: http://www.conjur.com.br/2004-dez-08/parodias_nao_dependem_autorizacao_autor_obra_originaria

      Excluir
    3. Olá amigo anônimo...

      Que tal ver a lei de verdade:

      Capítulo IV

      Das Limitações aos Direitos Autorais

      Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais:

      ..

      Art. 47. São livres as paráfrases e paródias que não forem verdadeiras reproduções da obra originária nem lhe implicarem descrédito.

      ..

      "não forem verdadeiras reproduções da obra originária"

      Coelho de Ferro é uma paródia, pois não é uma verdadeira reprodução...

      Usar uma imagem exata de um personagem Disney, Warner ou qualquer outro é apenas apropriação indébita de imagem... O quê caracteria violação de direito autoral...

      Eles próprios dizem que usar a imagem original é "homenagem", pois não podem caracterizar como paródia...

      Infelizmente a lei não prevê "homenagens"...

      Excluir
    4. A paródia acrescenta algo a uma obra, tal como um comentário ou uma crítica. O tom deve ser diferente do original. Geralmente uma obra séria ou heróica é parodiada em tom humorístico.
      O plágio simplesmente muda nomes de personagens e localização geográfica para contar a mesma história no mesmo tom, deixando evidente o pouco esforço feito na adaptação.

      Excluir
  13. Jamais vi alguma estatística demonstrando que a distribuição de scans tenha feito cair a vendagem de quadrinhos (o mercado de quadrinhos decaiu antes disso, durante a segunda metade dos anos 80 e nos anos 90, por outros motivos). Há inclusive quem afirme que os scans fizeram despertar novo interesse pelas HQs. Me parece que o Maurício está desinformado e tem uma visão equivocada desse assunto. Quem scaneia gibis antigos e disponibiliza na rede está divulgando e preservando a cultura. Às vezes mais do que os próprios detentores dos respectivos direitos, até por acharem que não compensa o "custo-benefício". Valeu. Obrigado e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, só pra levantar uma polêmica vou chamar a atenção para o lado negro dos scans: Existem centenas, talvez milhares de scans dos heróis Marvel e DC na rede, sem que com isso a vendagem das revistas cresça, na verdade as vendas da Panini estão caindo ano a ano. Olha só, se alguém separou uma grana pra comprar um gibi, e achou este gibi completinho pra baixar na net, só sendo muito otário pra comprar, o cara vai baixar e ler o gibi e gastar a grana com outra coisa, simples assim. Se eu acho os gibis do mês da turma da Mônica na net, eu vou baixar e ler e to pouco me lixando se as pessoas que trabalharam pra fazer aquela revista precisam de dinheiro pra pagar suas contas.

      Excluir
    2. Quem "separou uma grana para comprar uma revista" é porque tem pouca grana, como bem mais de cem milhões de habitantes do Brasil. Não vai ter computador em casa para procurar scans da Marvel. Quem baixa scans é colecionador maníaco, não consegue limitar o desejo por quadrinhos, e também compra tudo o que vê em banca. A tiragem de cada revista é em torno de 100.000 exemplares. O número de famílias brasileiras em condição de comprar é 16.000.000 (lares com tv paga; quem pode pagar tv a cabo, pode comprar revista). A tiragem é baixa porque sabem que o conteúdo não é assim tão atraente.
      Alguém que estuda consumo disse: "Não pode haver superprodução do que quer que seja. O desejo do consumidor não tem limites".

      Excluir
    3. Eu comprava religiosamente 3 revistas DC da Panini, depois que descobri os scans delas, passei a baixa-las e uso o dinheiro que gastava nelas pra comprar jogos pra PS. Malandro é malandro kkk

      Excluir
    4. Uma revistinha custa o quê? 4 reais? 7 reais? 10 reais?
      Um jogo de PS custa o quê? 100 reais? 150? 200? 300 reais?
      Desproporcional. Economizando em revistinhas você não consegue comprar muitos joguinhos.

      Excluir
  14. Bom dia a todos!
    Algum tempo atrás, também fiquei muitíssimo decepcionado com o Sr. Mauricio de Souza ( o pai da Mônica ). Sugeri para a produção dele ( ele é o responsável ) que lançassem um DVD com um documentário mostrando a história dele no mundo dos quadrinhos desde o início e apresentei vários projetos neste e-mail e como resposta me enviaram uma propaganda barata param eu fazer assinatura dos gibis dele. Olha aqui Maurício de Souza & Produções em hipótese alguma quero assinatura dos seus gibis nem que fosse de graça, porque o que me interessa são gibis antigos e raros inclusive a era de ouro dos seus gibis, porém hoje percebo que o Sr. Antes de se chamar Maurício de Souza & Produções já copiava histórias e personagens de outros desenhistas assim como sua produção faz hoje, portanto deixa de bancar o CERTINHO, dizendo que copiar digitalmente os seus gibis é PIRATARIA, porque dessa água você já bebeu até a última gota. Receba isto como uma crítica construtiva & produtiva... MSP.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...